Site lançado no mês da mulher escancara opressão feminina

“Mais de 93% das crianças envolvidas em trabalho doméstico no Brasil são meninas, quase 20% a mais do que a média mundial”. “Dos jovens de 15 a 29 anos que não estudam nem trabalham, 70% são mulheres”. ¨78% das mulheres entre 16 e 24 anos já passaram por algum tipo de assédio na rua”.

Tais números integram o site “Central Mulheres” lançado pela gigante de cosméticos Avon, por ocasião do dia internacional da mulher. Parte das estatísticas é quase um show de horrores. Um choque de realidade sobre o passivo a ser revertido em prol de uma efetiva democracia de gênero no país.

A ideia da empresa é prestar um serviço de utilidade pública e motivar a reflexão sobre a necessidade do fortalecimento do papel da mulher na sociedade.

As informações estão distribuídas em três categorias: PARE (dados que demandam mudança imediata no comportamento da sociedade, DISCUTA (temas para debate e reflexão) e REFORCE (indicadores de transformações positivas na sociedade, do ponto de vista da igualdade de gênero).

Confira a seguir uma amostra das informações disponíveis na página.

PARE:

– Quase um terço dos feminicídios no Brasil acontece perto de casa, e 61% das vítimas são negras

– 30% das mulheres entre 16 e 24 anos já foram beijadas à força

– 43% dos jovens já viram a mãe ser atacada ou sofrer violência

DISCUTA:

– Entre as 860 pessoas que já ganharam o Prêmio Nobel, apenas 46 são mulheres

– Apenas 10,6% dos milionários brasileiros são mulheres

– Nos 500 filmes hollywoodianos de maior bilheteria em 2012, apenas 28,4% das personagens com falas são mulheres

REFORCE:

– Entre 2005 e 2014, houve 14,3% de redução de contágio de AIDS entre mulheres

– Nos últimos dez anos, o número de mulheres engenheiras aumentou em 333%

– As Olimpíadas de Londres (2012) foram as primeiras em que todos os países enviaram atletas do sexo feminino

Acesse; centralmulheres.com.br e veja na íntegra

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *